Nutrição, saúde, exercício físico, reeducação alimentar.

Um perigo embutido



Nesse nosso momento vamos conversar  um pouco sobre os alimentos embutidos que  são inofensivos mas escondem um grande perigo para nossa saúde. 

Primeiramente vamos entender o que são os embutidos.

Embutidos são produtos cárneos (principalmente suínos) processados industrialmente. Exemplos de embutidos são: linguiças, salsichas, presuntos, mortadelas entre outros.

Nos últimos anos esse tipo de alimento tem sido bastante escolhido, seja pelo sabor , para a maioria ou pela praticidade de conservação e de preparo.
Mas o que é necessário se observar, são os malefícios do consumo excessivo desses alimentos.

No final do ano de 2015 a OMS (Organização Mundial de Saúde) concluiu que o consumo excessivo de carnes processadas eleva o risco de desenvolvimento do câncer.

Além do risco já citado acima esse tipo de alimento é geralmente substituto das carnes frescas (carne bovina, frango, peixe, etc) nas refeições e o maior problema dessa troca é o não consumo de um alimento rico em proteínas de boa qualidade e de micronutrientes, em especial, o ferro (bem mais absorvido do que o ferro presente nos alimentos de origem vegetal como o do , por exemplo) por alimentos ricos em gorduras saturada, gordura  trans, sódio e aditivos químicos para garantir sua maior vida de prateleira. Essa substituição ocasiona, a curto ou longo prazo, o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, hipertensão, obesidade e deficiência de micronutrientes em especial o já citado ferro, além de outras doenças.

Além do mais, alguns estudos vem demonstrando o malefício desses alimentos (principalmente da salsicha) no desenvolvimento e crescimento de crianças (principal alvo dessas “carnes”).

Não se pode negar que a vida corrida tenha parcela de culpa nessa escolha menos nutritiva no nosso dia-a-dia. Mas algumas dicas podem ajudar a resolver esse problema:

- ao chegar do supermercado tente separar as carnes por porções que serão guardadas separadamente;
- já armazene essa carne temperada (sal e temperos secos);
- lembre-se-se de retirar do congelador/freezer na noite anterior ao consumo, elas podem ser descongeladas nas grades inferiores da geladeira;
- você pode também cozinhar ou assar (é sempre bom evitar frituras) e da mesma forma guardar em porções que serão esquentadas no momento do consumo;
- caso aconteça um imprevisto prefira acompanhar a refeição com ovos que também possuem um preparo rápido e são sem dúvidas muito mais saudáveis que as carnes embutidas.

Vale ressaltar que esse tipo de alimento não serve como substituto de carnes como é visto na prática. 

Lembre-se que todo tempo gasto com a manutenção ou melhoria da sua saúde serve como investimento para o seu futuro.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.