Nutrição, saúde, exercício físico, reeducação alimentar.

Emagrecer ou não emagrecer: eis a questão



A mídia estabeleceu que o "padrão de beleza" para mulher é: barriga "sarada", bumbum e cochas torneados, peitos volumosos, cabelo liso e sedoso, nada de celulites, estrias ou culotes. Essa "mulher perfeita" é vendida nas revistas, televisão e internet. 

Em busca dessa perfeição e como meio de ser aceita, as mulheres ficam desesperadas para atingir essa meta; como resultado dessa busca, vemos o aumento de cirurgias plásticas, academias e cada dia um novo tipo de dieta que a artista Fulana de Tal fez e perdeu não sei quantos quilos em uma semana.

Em contra-partida iniciaram alguns movimentos como o Plus Size para combater essa tortura que as mulheres vem sofrendo e fazendo com que elas se aceitem, se amem e se achem lindas do jeito que são. PARABÉNS AO MOVIMENTO!!!

Mas tenho alguns questões sobre isso: É preciso ser magra para ser linda? É preciso buscar o emagrecimento? Ou a auto-aceitação? A mídia tem razão em querer  "padronizar as mulheres"? Vale a pena se torturar em dietas totalmente restritivas e horas e mais horas de academia, ou em cirurgias plásticas?

Tenho minha opinião sobre isso e descreverei a seguir em forma de tópicos:

1° Padrão de beleza não existe, isso é apenas um ideia idiota e machista de valorizar simplesmente a aparência, como se nós fossemos objeto que se vende nas lojas, que precisa ser atrativo e gostoso.

2° Em qualquer peso, a mulher deve se sentir linda e valorizada. E honestamente, a primeira pessoa a nos valorizar tem que ser nós mesmas. Você pode ser a pessoa mais linda do mundo, mas se você mesma não se valorizar e reconhecer o seu valor, não adianta nada, o contrário também é verdadeiro.

3° Perder peso, entrar na média de peso ideal, não é uma questão estética, puramente de beleza. O excesso de peso e a obesidade são responsável por diversas outras doenças (diabetes, hipertensão, doenças no coração, doenças articulares). A atividade física, de igual modo, é muito importante para o bem-estar e para a saúde de modo geral. Por isso, se você está acima do peso, não fique desesperada para perder porque se sente feia, pois isso não é verdade, você é linda de qualquer forma, mas é preciso perder peso para se manter mais saudável. Perder peso é diferente de entrar no "padrão de beleza".

4° A pressa e a ansiedade sempre atrapalham, por isso, se matar em academias, fazer dietas malucas nunca vão lhe ajudar, pelo contrário vão lhe levar a uma queda de auto-estima, sem resultado esperado. 

5° Se você deseja mais que emagrecer, ter um corpo "saradão" quem sou eu pra dizer não, corra atrás, sem exageros e sem prejudicar sua saúde. Mas faça, se for um desejo seu, não apenas para entrar em padrões impostos por quem não entende nada.

Em resumo: nenhuma mulher deve se render a padronização da beleza imposta pela mídia, pois não somos mercadoria; precisamos reconhecer que somos maravilhosas em qualquer tamanho de roupa; precisamos também saber que perder peso é questão de saúde, mas que é um processo lento (como todo processo de educação), mas perder peso não quer dizer entrar em um padrão imposto; porém, se você deseja ter o corpo sarado você também pode ter, mas desde que isso seja uma vontade sua, e não simplesmente porque é preciso entrar nos padrões.

Toda mulher é encantadora, do jeito que é, toda mulher pode e deve ser do jeito que quiser ser!!!

E essa é apenas minha humilde opinião.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.